Técnico Gaúcho terá de vencer três provas para ser efetivado

Jornal do Brasil

RIO - O Vasco tentou os gaúchos Celso Roth e Tite para o lugar do demitido Vagner Mancini, mas o Gaúcho que vingou foi o técnico dos juniores. Solução caseira que pode ser definitiva. Ele terá de ser aprovado num mini vestibular de três provas contra Fluminense, domingo; ASA-AL (quarta-feira, pela Copa do Brasil) e Duque de Caxias, dia 4.

Joguei com o Gaúcho. Sei de sua capacidade e ele conhece o elenco. Vai depender dele continuar disse o presidente Roberto Dinamite adepto da frase "futebol é resultado".

O gerente de futebol Rodrigo Caetano não descarta a efetivação de Gaúcho.

Se isso acontecer é porque os resultados apareceram. Temos três partidas decisivas e nada impede a permanência dele no comando admitiu.

Gaúcho já estreia com uma prova de fogo: vencer o Fluminense para manter chances de o Vasco se classificar às semifinais da Taça Rio. Ele está consciente do desafio.

Quem ganha fica. Futebol é resultado entende Gaúcho, esperando ter a mesma sorte de Andrade no Flamengo.

Pedida alta atrapalhou

Dinamite tentou a contratação de Celso Roth, Tite ou Oswaldo de Oliveira. Mas disse que alta pedida de Roth e Tite inviabilizou o acerto.

O que eles pediram está fora da realidade do futebol brasileiro disse Roberto, lembrando que Oswaldo tem contrato com o Kashima Antlers até dezembro.

Confiança é o segredo

Gaúcho acredita ter a fórmula para motivar novamente os jogadores do Vasco, que não vence há quatro jogos: fazer o elenco readquirir a confiança perdida após a derrota para o Botafogo na final da Taça Guanabara.

O grupo precisa recuperar a auto estima e tem que começar contra o Fluminense disse ele, que atuou 127 jogos pelo Vasco de 71 a 79.

Gaúcho quer reanimar o abatido Dodô.

Ele vai dar a volta por cima. É um momento de fragilidade. Quando se perde dois jogos para clubes inferiores, abala, mexe. Já vivi isso disse referindo-se às derrotas para Americano e Olaria.

Fora há quatro jogos, Carlos Alberto pode voltar ao lado de Philippe Coutinho, que cumpriu suspensão. Recuperado de uma lesão na perna esquerda, ele se colocou à disposição para jogar.