Palmeiras terá poucas opções no ataque contra o Mirassol

Portal Terra

SÃO PAULO - O técnico Antônio Carlos Zago terá problemas para escalar o ataque do Palmeiras na partida deste sábado contra o Mirassol, no Estádio Palestra Itália. Das cinco opções que ele tem no setor, somente duas apresentam condições totais de jogo: Robert e Vinícius, 16 anos, revelado nas divisões de base da equipe.

Na quarta-feira, o atacante Lenny rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito - que o obrigará a passar por cirurgia, com tempo de recuperação de seis a oito meses. Já Ewerthon deixou o gramado com dores na coxa esquerda, iniciou o trabalho de fisioterapia no clube e deve ser poupado. Outra possibilidade seria Marquinhos. No entanto, ele rompeu o músculo adutor da coxa direita no início do mês e segue no departamento médico. O meia Diego Souza, que costuma ser improvisado no ataque, recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão automática contra o mirassol.

Apesar de todos os problemas, o elenco não recebeu mais nenhum jogador das categorias de base no treinamento da manhã desta sexta-feira, na Academia de Futebol. O jovem meia Joãozinho, que já atuou no ataque, pode voltar a ser relacionado por Zago ao menos para compor o banco de reservas.