Ministro e clubes pedem rapidez para mudanças na Lei Pelé

Portal Terra

SÃO PAULO - Nesta terça-feira, o Ministro do Esporte, Orlando Silva, juntamente com o vice-presidente do Senado, Marconi Perillo, e vários dirigentes de clubes esportivos, reuniram-se para pedir ao Congresso Nacional mais rapidez na tramitação do Projeto de Lei 09/2010. A medida propõe alterações na Lei Pelé, a fim de dificultar a saída de jogadores jovens para clubes do exterior.

"Essa foi uma reunião que aproximou alguns clubes formadores de atletas olímpicos para discutir um Projeto de Lei que está sendo avaliado agora. É preciso que haja uma votação rápida, ainda neste semestre. A reforma da Lei Pelé moderniza o futebol brasileiro e creio que o Senado Federal deva dar sua contribuição no sentido de fortalecer o esporte", disse Silva ao site oficial do ministério do Esporte.

A matéria já passou pela Câmara dos Deputados, e depende da aprovação do Senado e da sanção presidencial para se transformar em lei.

Estiveram presentes à reunião o senador Demóstenes Torres e representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Ponte Preta, Goiás, Botafogo, Corinthians, Fluminense, Guarani, Bahia, Vitória, Confederação Brasileira de Clubes (CBC), Sindicato do Futebol e Federação Paulista de Futebol (FPF).