Para Button, ainda é muito cedo para criticar a Fórmula 1

JB Online

AUSTRALIA - Campeão mundial de Fórmula 1 do ano passado, o piloto Jenson Button afirmou, nesta segunda-feira, em entrevista para o site Autosport, para todos aguardarem mais algumas corridas para criticar a categoria. Segundo ele, não é o momento de dizer que tudo está horrível, e sim esperar para ver o que acontece nas próximas etapas da F1.

O britânico reconheceu que a corrida de abertura da temporada de 2010 foi decepcionante. Realizada no Bahrein, a prova teve poucas ultrapassagens e as posições finais teriam sido definidas no primeiro pit stop, perto da 17ª volta, se o líder da prova, Sebastian Vettel, não perdesse potência do motor. Com o problema, o alemão caiu do primeiro para o quarto lugar. Por conta disto, Fernando Alonso e Felipe Massa, da Ferrari, ficaram em primeiro e segundo lugar, respectivamente, e Lewis Hamilton completou o pódio.

Para Button, mesmo que ele tivesse sido o vencedor do GP do Bahrein, isto não mudaria sua opinião sobre a prova e a falta de emoção na estreia da temporada. Em contrapartida, o britânico salientou que esta foi apenas a primeira corrida, por isso não é o fim do mundo. Ele acredita que teremos ainda mais 18 etapas neste ano, com todos os ingredientes para ser uma temporada fantástica.

Ele avalia que a expectativa criada para a temporada de 2010, que para muitos seria "o melhor ano da F1", com o retorno de Michael Schumacher, as mudanças de regras e tantas equipes fortes com potencial para serem campeãs, acabou prejudicando a abertura do Mundial.

Sobre as ultrapassagens, Button afirmou que no ano passado, as pessoas já diziam que as corridas eram chatas, pois não tinham ultrapassagens suficientes. Mesmo assim, ele acha que neste quesito, 2009 teve um saldo positivo. Segundo o piloto, ainda não dá para afirmar que esta temporada será de poucas ultrapassagens.

O campeão de 2009 disse que nas próximas corridas todos saberão se as novas regras (sendo a principal delas a proibição do reabastecimento) serão boas ou ruins para a F1. No caso de não dar certo, os profissionais da FIA devem começar a tomar as decisões, de modo a colocar a deixar o Mundial interessante e competitivo.

A Fórmula 1 volta neste final de semana com a segunda etapa do ano. Nesta sexta-feira, começam os treinos livres e sábado tem a definição do grid de largada para a corrida de domingo, em Melbourne, na Austrália.