Pellegrini defende C. Ronaldo e diz que astro não é provocador

Portal Terra

ESPANHA - O português Cristiano Ronaldo foi defendido pelo técnico Manuel Pellegrini neste sábado das acusações do brasileiro Nivaldo. Na última semana, o zagueiro do Valladolid deixou o campo na partida contra o Real Madrid acusando o astro de ser um jogador "provocador" ¿ o defensor, aliás, chegou a dar um pisão no camisa 9 merengue que tirou sangue da coxa do jogador.

Durante a derrota para o Real, Nivaldo deu uma entrada forte em Cristiano Ronaldo e, quando o português já estava no chão e longe da disputa da bola, desferiu a agressão. Como argumento, o brasileiro declarou que o lusitano era "provocador", versão negada por Pellegrini.

De acordo com o chileno comandante do Real Madrid, Cristiano Ronaldo é um jogador que não abaixa a cabeça e salientou que nenhum atleta gosta de ser driblado ou zombado em campo pelo português. Pellegrini ainda aproveitou para alfinetar Nivaldo e ressaltou que nenhum jogador do Real Madrid fez uso do jogo violento ou respondeu "às patadas com mais patadas".

O Real, que bateu o Valladolid por 4 a 1 fora de casa no último final de semana, recebe neste sábado o Sporting Gijón e ainda não contará com o brasileiro Kaká, lesionado. O time madrileno é o líder do Campeonato Espanhol com 65 pontos, mesma quantidade do arquirrival Barcelona.