Procurei até psicólogo para jogador do Palmeiras, diz Muricy

Portal Terra

SÃO PAULO - Demitido no Palmeiras por falta de resultados e, especula-se, também porque era muito frio no trato com os jogadores, Muricy Ramalho disparou contra essa segunda tese nesta quinta-feira. Conforme apontou ao Bandsports, o clube foi aquele no qual "mais conversou" com os atletas, tendo buscado ajudar até procurando um psicólogo para um deles. "O cara com quem mais eu falava faltava em treinamentos, saía à noite. Tentei recuperá-lo, procurei até psicólogo para ele, que não fez nada em campo", disse.

Aproveitando ainda para alfinetar a imprensa, o tricampeão brasileiro concluiu afirmando que o jogador em questão "era um mau exemplo, mas de repente contou uma história e saiu como o bonzinho". Questionado se falava sobre Lenny, Muricy negou e avaliou que o atacante, de "ótimo caráter", só não se destacou devido a uma série de lesões. Acredita-se, então, que a crítica era para o meia-atacante Marquinhos, que recentemente criticou o treinador pela falta de oportunidades e que em 2009 foi acusado por torcedores palmeirenses de abusar das baladas.