"Veteranos" da Seleção convivem com ansiedade pré-Copa

Renato Pazikas, Portal Terra

LONDRES - Não são apenas os jogadores mais novos que sofrem com a ansiedade antes de uma Copa do Mundo. No grupo da Seleção Brasileira, alguns atletas experientes não veem a hora de começar o torneio na África do Sul.

É o caso de Gilberto Silva. Titular absoluto de Dunga, o volante de 34 anos se prepara para o terceiro Mundial da carreira. E mesmo com a confiança do treinador, ainda não se sente garantido entre os 23 convocados da lista definitiva.

"Nessa hora, cada um se comporta de uma forma. Não é nada fácil controlar a ansiedade até sair a lista", falou o jogador do Panathinaikos após a vitória por 2 a 0 da Seleção contra a Irlanda no último amistoso antes do anúncio oficial de Dunga.

Outro "veterano" que não esconde a vontade de jogar na África do Sul é Júlio César, de 30 anos. O camisa 1 da Seleção, que foi reserva na Alemanha, há quatro anos, está perto de disputar a primeira Copa como titular.

"Sempre rola essa ansiedade, isso é fato. Acho que a Copa do Mundo é um grande evento, o mundo pára, o mundo gira pra acompanhar. É um sonho que está perto de ser realizado", afirmou o jogador da Inter de Milão, um dos destaques contra os irlandeses.

Dunga já adiantou que o grupo está praticamente fechado para o Mundial. Os jogadores devem se apresentar na segunda quinzena de maio em Curitiba e de lá seguem para Johannesburgo. A intenção do treinador é fazer dois amistosos já com o grupo definitivo da Copa.