Dunga ironiza críticas a jogadores e admite favoritismo na Copa

Portal Terra

LONDRES - Apesar do bom humor pela vitória sobre a Irlanda, por 2 a 0, em Londres, Dunga não evitou respostas atravessadas aos jornalistas em entrevista coletiva após ao jogo. Ele achou estranho quando a Seleção foi classificada como uma das favoritas ao título da Copa do Mundo, uma vez que, segundo ele, só lê críticas aos convocados por ele que estão na Europa.

Dunga não vê como um problema chegar na África do Sul com status de forte candidato ao título. Ele até acha a situação rotineira. - Não é bom, nem ruim. Sempre o Brasil foi para a Copa como favorito - afirmou.

A boa situação do Brasil em relação à conquista do título, para Dunga, não tem outra explicação que não seja o trabalho e o comprometimento do elenco com a filosofia por ele imposta e admite a felicidade com o que está vendo até agora.

- Três anos e meio que estamos à frente da Seleção. Ganhamos Copa das Confederações, Copa América. Conseguimos recuperar a alegria de jogar. Fizemos muito mais gols do que tomamos. Não tem como não estar feliz - disse.

Apesar de tudo, o capitão da Seleção na campanha do tetra sabe que a disputa na África do Sul será dura. - Conseguimos montar o grupo. Trazer jogadores que estavam se dedicando, gostavam da Seleção. Agora temos que nos concentrar, pois vamos pegar equipes com a mesma capacidade do Brasil e teremos que nos superar todos os dias - afirmou.

Daqui até o primeiro jogo na Copa do Mundo, Dunga deve aumentar o contato com os jogadores que formam o elenco brasileiro para saber como estão evoluindo em seus clubes.

- Agora vou acelerar o processo. Estar mais próximo dos jogadores. Ver como estão treinando, como está a parte física - disse.

O Brasil estreia na Copa do Mundo no dia 15 de junho contra a Coréia do Norte, no Ellis Park.