Lula corneta Tcheco: "Não é possível perder um gol daquele"

Vagner Magalhães, Portal Terra

SÃO PAULO - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, parece não ter ficado muito satisfeito com a derrota do Corinthians para o Santos no clássico disputado no último domingo, na Vila Belmiro. Em tom de brincadeira, Lula lembrou o gol perdido por Tcheco nos últimos minutos da partida e disse que "não quer jogador azarado no meu time".

"Muita gente disse que o governo tem muita sorte (com a crise econômica mundial). O Tcheco, com a sorte que eu tenho, teria empatado o jogo contra o Santos no domingo. Não é possível perder um gol daquele. Eu não quero jogador azarado no meu time e nem um presidente azarado", opinou o presidente a uma platéia de duas mil pessoas.

A declaração, mais uma de suas metáforas envolvendo futebol, foi proferida durante um encontro com gerentes e diretores do Banco do Brasil ocorrido nesta terça-feira, em São Paulo.