Comprador italiano devolverá brincos leiloados a Maradona

Portal Terra

ITÁLIA - O atancante italiano Fabrizio Miccoli, do Palermo, anunciou hoje que "na primeira ocasião possível" devolverá a Diego Maradona seus antigos brincos, comprados por ele há dois meses em um leilão do Fisco italiano. Informações da Agência Ansa.

A jóia havia sido apreendida por policiais do país europeu para ajudar a quitar a dívida do técnico da seleção argentina de futebol, que sonegou impostos entre 1984 e 1991, época em que jogava no time italiano Napoli.

O montante que Maradona deve ao Fisco italiano equivale a 37 milhões de euros (cerca de R$ 92 milhões). Avaliados em 4 mil euros, os brincos foram vendidos a uma intermediária de Miccoli por 25 mil euros.

"Agora é inútil manter esta história em segredo, como era minha intenção. Todos a conhecem, então afirmo publicamente que devolverei no momento oportuno a joia de diamante a Diego, que é meu ídolo desde sempre", comentou o jogador.

Miccoli assegurou que cumprirá sua promessa porque desde pequeno sonha em ser fotografado ao lado do ex-futebolista argentino. "Além disso, batizei meu filho Diego em sua homenagem", revelou.

O atleta do Palermo comentou que uma ocasião propícia para a devolução seria o amistoso que a seleção sul-americana jogará amanhã com a Alemanha, em Munique, mas ele não poderá comparecer à partida. "Cedo ou tarde organizarei (a devolução) com meu empresário", informou.