Bandeira do Apartheid é proibida no estádio da Cidade do Cabo

Agência AFP

CIDADE DO CABO - A bandeira do Apartheid não poderá ser exibida nas arquibancadas do estádio Greenpoint da Cidade do Cabo (sudoeste) durante a Copa do Mundo da África do Sul (11 de junho - 11 de julho), indicou nesta segunda-feira o prefeito da cidade africana, Dan Plato.

- A antiga bandeira sul-africana não é reconhecida como bandeira nacional - declarou à imprensa local Dan Plato, reconhecendo que essa bandeira provocou "certa vergonha" no passado.

A bandeira, associada ao governo de segregação entre brancos e negros desde 1928, foi substituída com a realização das primeiras eleições multirraciais de 27 de abril de 1994 por uma bandeira colorida, com preto, verde, amarelo, vermelho, branco e azul.

Embora a bandeira do Apartheid seja autorizada no país, alguns espectadores de eventos esportivos ainda exibem pequenas bandeiras ou camisetas nas cores laranja, branco e azul.