Capello diz a Terry que capitães devem dar bons exemplos

Portal Terra

INGLATERRA - O treinador Fabio Capello negou que John Terry possa ser novamente capitão da seleção inglesa até a Copa do Mundo. De acordo com o italiano, o dono da função precisa ter uma conduta que o jogador do Chelsea não respeitou.

"Até a Copa do Mundo, Terry não será o capitão novamente. Depois da Copa? Se eu seguir treinador da seleção? Eu não acho", disse. "Eu penso que o capitão deve dar bons exemplos para as pessoas jovens, os fãs e as crianças. E o que ele fez não foi bem. Eu disse a ele e ele entendeu". afirmou Capello.

O treinador italiano também negou que tenha pensado em excluir um dos dois jogadores da seleção. "Mas eu tomei a decisão somente pelo que aconteceu com Wayne Bridge, nada mais. Eu nunca considerei tirar John Terry do elenco, nem decidi tirar Bridge", afirmou. Para ele, independente da braçadeira, Terry segue um líder.

"Eu não acredito que os outros jogadores vão perder o respeito por ele (Terry), porque eles conhecem suas qualidades como líder", disse. Capello também disse que gostaria que Bridge seguisse com o resto do elenco da seleção.

"Nós olhamos a vida com uma visão diferente. Na opinião dele (Bridge), é melhor não fazer parte do elenco. Eu acho que ele poderia ficar conosco sem qualquer problema. Mas é sua decisão e nada é mais importante", afirmou Capello. Ex-treinador do Real Madrid e de vários clubes italianos, ele vê a figura do capitão como diferente na cultura dos ingleses.

"Na Espanha ou Itália, o capitão é o jogador mais velho ou com mais convocações. Aqui é diferente. Vocês veem o capitão de uma forma diferente. Para mim, ser um líder é mais importante que ser um capitão. John Terry é um líder. Eu pedi a ele para ser isso e ele vai ser um líder mesmo ser usar a braçadeira".