Vagner Love marca duas vezes na goleada (4 a 1) sobre o Macaé

Jornal do Brasil

RIO - O sonho do tetracampeonato estadual está de pé. Mesmo desfalcado de Adriano e Kleberson, que estão na Seleção Brasileira, Petkovic e Álvaro, contundidos, o Flamengo nem precisou jogar muito bem para golear o Macaé por 4 a 1, na estreia dos dois times na Taça Rio, sábado, em Volta Redonda. Vagner Love e Vinícius Pacheco, com dois gols cada, foram os destaques do jogo. Laio descontou.

Com o resultado, o Flamengo lidera o Grupo A, com três pontos, ao lado de Bangu e Boavista. O time de Andrade volta a jogar quarta-feira, contra o Madureira, no Maracanã. Já o Macaé enfrenta o Boavista, em Bacaxá.

De quebra, Vagner Love passou a ser o novo artilheiro do Estadual, com oito gols, ultrapassando Dodô, do Vasco, que está estagnado com sete. Com quatro desfalques, o Flamengo teve uma atuação burocrática.

O Macaé até se assanhou no início, tomando a iniciativa do jogo. Mas o ritmo do jogo era lento. O Flamengo abusava dos erros de passe e o Macaé não tinha força de ataque. Até que, aos 27, Willians de uma de Robinho, pedalou na área e foi derrubado pelo ingênuo Gedeil. Pênalti, que Vagner Love bateu para fazer 1 a 0.

Mas o Macaé não estava morto. Aos 38 minutos, Bruno foi obrigado a fazer uma ótima defesa em chute de André Gomes. Até que, aos 39, o Macaé chegou ao empate. Após cobrança de escanteio da esquerda, Laio, atacante que pertence ao Botafogo, cabeceou para fazer 1 a 1.

Insatisfeito com a atuação do time, o técnico Andrade tirou o atacante Bruno Mezenga e colocou o apoiador Fierro. Mesmo consternado com o terromoto que abalou seu país, o chileno entrou em campo.

A mexida é para dar mais movimentação ao time, que aceitou a marcação do Macaé explicou Andrade na volta para o segundo tempo.

E bastaram 13 minutos para o Flamengo reassumir a vantagem no placar. Numa mistura de bobeira e infantilidade, a defesa do Macaé ficou olhando Vagner Love cobrar falta rápido para Vinícius Pacheco, que só teve o trabalho de tocar na saída de Jeferson: 2 a 1.

A partir daí, abriu a porteira e a goleada foi uma consequência natural. Andrade tirou Fernando e colocou Ramon. No minuto seguinte, aos 20, o estreante tabelou com Vagner Love e deixou o atacante livre para fazer 3 a 1.

E, aos 26, o Flamengo ampliou: Vagner Love deu outro ótimo passe para Vinícius Pacheco, que fechou a goleada. Ramon ainda perdeu um gol feito, aos 44 minutos, chutando por cima do travessão.