Na 'madrugada', Boavista vence Madureira na estreia da Taça Rio

Portal Terra

RIO - O Boavista começou com o pé direito na Taça Rio. A equipe de Saquarema bateu o Madureira por 2 a 1, em Conselheiro Galvão, e chegou aos primeiros pontos na Taça Rio. A partida teve um fato inusitado, foi realzada às 8h, pela primeira na história do futebol uma partida oficial de primeira divisão acontece em um horário tão cedo.

Apesar de acordarem antes das 7h, o jogo começou com muita correria. A equipe Tricolor buscava o ataque, apoiado pelos 629 guerreiros que "madrugaram" e compareceram à Conselheiro Galvão. Derlei, estreante, teve a chance de marcar em duas boas oportunidades desperdiçadas.

A história da partida começou a mudar a partir dos 36 minutos. O quarto árbitro chamou o juiz da partida, Antônio Frederico Maciel, e avisou que o técnico do Madureira, Antônio Carlos Roy, o estava xinagando. Maciel não titubeou e exclui o treinador da partida. Revoltado com a situação, o veterano atacante, Marcelo Ramos, peitou e xingou o juiz e acabou indo para o chuveiro mais cedo, iniciando uma pequena confusão.

Com um a mais, o Boavista tomou conta da partida na segunda etapa e chegou ao gol aos 12 minutos. Após chute de Mancuso, Léo Guerreiro desviou e abriu o marcador. O Madureira, não se intimidou com o gol a partiu para o ataque e aos 19 foi premiado. Após cobrança de falta. Wagner acertou de cabeça o travessão e no rebote, Derlei empurrou para as redes, também de cabeça.

Após o gol e com o apoio da torcida o Madureira quase chegou a virada, com Nill, que desperdiçou grande chance. Aos 32, nova baixa. Valdir acertou um carrinho por trás em Tony e foi expulso. Com dois homens a mais, o Boavista para foi todo ataque e garantiu a vitória.

Tony cobrou falta para dentro da área, Léo Guerreiro subiu mais do que Edinho e sacramentou a vitória da equipe de Saquarema. Após a partida, os jogadores do Madureira partiram para cima do juiz e tiveram que ser contidos por policiais.

Agora o Boavista encara o Macaé em Saquarema, enquanto o Madureira medirá forças com o Flamengo, no Maracanã.

JOGO:

FICHA TÉCNICA:

MADUREIRA 1X2 BOAVISTA

Estádio: Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 26/2/2010 - 8h (de Brasília)

Árbitro: Antônio Frederico Maciel (RJ)

Renda/público: R$ 7.510,00 / 559 pagantes

Cartões amarelos: Nill e Marcelo Ramos (MAD); Tony, Getúlio e Júlio César (BOA)

Cartões vermelhos: Marcelo Ramos, 36'/1ºT e Valdir, 32'/2ºT (MAD)

GOLS: Léo Guerreiro, 12'/2ºT (0-1); Derlei, 19'/2ºT (1-1); Léo Guerreiro, 35'/2ºT (1-2)

MADUREIRA: Jefferson; Valdir, Edinho, Leandrão (15'/2ºT) e Nill; Zacarias, Wagner (Fábio, 40'/2ºT) e Alex Oliveira (Eberson, 40'/2ºT); Marcelo Ramos e Derlei. Técnico: Antônio Carlos Roy.

BOAVISTA: Vinícius; Pessanha, Santiago e Édson; Getúlio (Tony, 44'/º1T), Júlio Cesar, Mancuso (Douglas, 42'/2ºT), Léo Faria e George; Léo Guerreiro e Leandro Cruz (Jouglê, 20'/2ºT). Técnico: Émerson Ávila.