Grêmio admite favoritismo, mas elogia Novo Hamburgo

JB Online

PORTO ALEGRE - O Grêmio concorda com o óbvio: é favorito ao título do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Mas o clube faz questão de deixar o mais claro possível que está longe de subir no salto e considerar certa a vitória sobre o Novo Hamburgo na decisão das 17h deste domingo, no Olímpico. No Tricolor, a semana foi de repetidos elogios ao oponente do Vale do Sinos.

O argumento é simples: se o Anilado teve capacidade de bater o Inter no Beira-Rio há uma semana, é melhor não duvidar de que ele possa fazer o mesmo com o Grêmio agora. Reina um discurso de respeito ao Novo Hamburgo pelos lados do Olímpico.

- Ser favorito não garante vitória. Que o Grêmio é maior que o Novo Hamburgo, todo mundo sabe, mas isso não garante a vitória. Lá, há jogadores experientes, jogadores jovens, um treinador capacitado. Encaramos com muito respeito disse o técnico Silas.

O Grêmio vem estudando o adversário. O centroavante Borges mostrou que conhece bem a equipe treinada por Gilmar Iser.

- Vi o jogo contra o Inter. Eles usam muito a bola aérea, buscando o Cláudio, um zagueiro. É um time que tem um centroavante (Gustavo Papa) que segura muito bem a bola. O Rodrigo Mendes, não sabemos se vai jogar, mas é um grande meio-campista. Não vai ser fácil comentou o camisa 9 tricolor.