Comissão médica da Fifa admite dúvidas com ervas africanas

Portal Terra

ÁFRICA DO SUL - Um costume nos países africanos confunde o grupo de médicos da Fifa. A entidade admitiu que tem pouco conhecimento sobre as tradicionais ervas utilizadas como medicação na África do Sul, e reconhece que o assunto deve ser estudado pela comissão de antidopping.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a questão foi levantada no seminário médico da Fifa, e para o presidente da comissão médica da Federação, Michel Hooghe, o tema deve ser debatido. No país sede, é comum as pessoas se automedicarem com ervas, produzindo remédios artesanais e sem controle algum do governo.