Botafogo: Wellington não teme decisões

JB Online

RIO - Na semifinal da Taça Guanabara ele entrou no intervalo no lugar de Fahel. Na final, substituiu Antônio Carlos, vetado pouco antes da partida. Foi em jogos difíceis, cercados de expectativa, que Wellington mostrou personalidade e ajudou o Botafogo a conquistar o título, apesar da qualidade dos atacantes que enfrentou.

- Não podemos escolher adversários. Encontramos nas semifinais Adriano e Vágner Love, na decisão Dodô, Carlos Alberto e Philippe Coutinho. Sabíamos das dificuldades, mas entramos concentrados, pois clássicos se definem em detalhes. Felizmente, a zaga foi bem e ainda deu para ajudar lá na frente, com o gol do Fábio. O que mais vale é isso, sair com vitória e trazer o título para General Severiano - festejou.

Desde o ano passado no clube, o zagueiro já tinha vivido fortes emoções. Além de campeão da Taça Guanabara em 2009, ele marcou o gol que abriu o caminho para a vitória sobre o Palmeiras, que manteve o Botafogo na Primeira Divisão.

- A alegria daquele jogo foi grande, porque era como uma final para nós também, mas desta vez foi diferente, uma decisão de verdade. Foi uma emoção ainda maior. Devemos isso ao grupo e à diretoria, que sempre nos apoiaram. E ao Joel Santana, que nos devolveu a confiança - agradeceu.

Site do Botafogo