Vancouver 2010: EUA e Canadá se enfrentam no hóquei

Portal Terra

VANCOUVER - A disputa entre os favoritos ao ouro no hóquei masculino promete esquentar o ringue de gelo. No jogo que pode ser a prévia da final, Estados Unidos e Canadá se enfrentam, neste domingo, em clima de rivalidade, que pode ser comparado a um Palmeiras e Corinthians, um Fla-Flu ou um Gre-Nal para os brasileiros.

O ala americano Ryan Kesler define muito bem o que é um jogo entre americanos e canadenses. - Eu odeio eles - diz. E logo depois volta atrás. - Bom, eu não diria que os odeio. Você tem respeito pelo adversário, mas o Canadá espera muito por esse título e um resultado inferior, não é suficiente. Será divertido tentar tirar esse ouro deles - disse Kesler, jogador do Vancouver Canucks na NHL (Liga america de hóquei).

Nos Jogos de Inverno de Salt Lake City 2002, Canadá e Estados Unidos se encontraram na final do torneio. Na ocasião, os canadenses venceram os americanos por 5 a 2 e ganharam o primeiro ouro em 50 anos. Na terceira colocação, ficou a temida equipe russa.

Neste domingo, Canadá e Estados Unidos disputam a supremacia do Grupo A. O vencedor avança diretamente para as quartas de finais e, quem sair derrotado, terá que disputar uma partida qualificatória.

O técnico da equipe americana, Ron Wilson disse que esse será o "dia do hóquei no Canadá". "Todas as televisões canadenses estarão ligadas neste jogo. Este será possivelmente o dia do hóquei no Canadá. Por isso, precisamos surpreendê-los".

Já o técnico canadense, Mike Babcock, prega seriedade. "Sabemos o que está em jogo. Queremos jogar bem e continuar melhorando. O caminho para o ouro é mais fácil se vencermos os Estados Unidos", disse.

Mas os americanos não se abalam com o adversário e jogam a responsabilidade para os rivais. "Na nossa perspectiva, a pressão não está em cima da gente. A pressão está no Canadá. Vai ter uma multidão louca atrás dos canadenses. É assim que é o hóquei, movido pela paixão. Nós somos os inimigos e sabemos disso", disse Brian Burke, da equipe dos Estados Unidos.