Brasil vira aposta da Fifa para superar fracasso nas bilheterias

Portal Terra

PORTAL TERRA - A 110 dias do início da Copa do Mundo de 2010, a Fifa já admite o fracasso nas vendas de ingressos para o primeiro Mundial a ser realizado no continente africano. De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, a entidade máxima do futebol aposta no Brasil e em 2014 para compensar o fraco movimento nas bilheterias registados até agora e o consequente prejuízo que terá na competição que colocará a África do Sul em evidência a partir de junho deste ano. Nos bastidores, comenta-se que não será possível contornar a solução devido à pequena procura internacional.

Com 800 mil ingressos "encalhados" e apenas oito das 64 partidas com a carga máxima esgotada, o Comitê Organizador decidiu colocar as entradas restantes à venda por preços promocionais, dando oportunidade para que populações de baixa renda no país possam ver os jogos, além de evitar o vexame de ter arquibancadas vazias. Ainda de acordo com a publicação, a comercialização de entradas apenas cobre custos do Mundial, sem prever lucros. Assim, o Mundial de 2014 passa a ser a aposta da Fifa de estádios cheios e para compensar parte das perdas que conhecerá na África do Sul nos próximos meses.