Nadal vence "batalha" contra alemão e segue na luta pelo bi

Portal Terra

AUSTRÁLIA - Conhecido no circuito profissional como uma pedra no sapato de favoritos em Grand Slams, Kohlschreiber fez jus à fama nesta sexta-feira. Porém, desperdiçou 13 de 15 break points e também a chance de forçar no mínimo o quinto set.

Obviamente, se Kohlschreiber só conseguiu quebrar duas vezes em toda a partida, muito disso se deve a Nadal. Com bons saques, o número 2 do mundo salvou sete breaks apenas no primeiro set, em que o alemão teve grandes oportunidades de brilhar.

Mas o momento de decisão da partida foi mesmo no segundo game da quarta etapa: mesmo com um espanhol parecendo cansado e errando três forehands seguidos na rede, o azarão desperdiçou todas as três chances de abrir 2/0.

Jogando com muito risco, o número 27 do mundo não resistiu à quebra no sétimo game, em que tomou dois sensacionais winners do espanhol e não conseguiu vencer embora a tenha devolvido na sequência. Assim, cometeu três erros não forçados de direita, seu pior golpe, quando sacava em 5/5, deixando a partida nas mãos do favorito.

Apesar de o confronto não ter ido ao quinto set, os números foram dignos de uma maratona. Derrotado, o algoz de Novak Djokovic em Roland Garros de 2009 e de Andy Roddick no Aberto da Austrália de 2008 só marcou oito pontos a menos que o vencedor (129 a 137).

Ao final, Nadal saiu sem brilhar, com 42 bolas vencedoras e 37 erros não forçados, porém confiante por ter avançado às quartas de final em Melbourne. Agora, ele enfrentará o croata Ivo Karlovic, que despachou Ivan Ljubicic nesta sexta por 3 a 1 (6/3, 3/6, 6/3 e 7/6).