Estádio do Mogi Mirim recebe nome do pai de Rivaldo

Portal Terra

SÃO PAULO - Ídolo do Mogi Mirim e presidente do clube paulista, além de ser treinado por Felipão no Bunyodkor, do Uzbequistão, o meia-atacante Rivaldo fez uma homenagem ao pai: a partir de agora, Romildo Vitor Gomes Ferreira será o nome do estádio da equipe do interior de São Paulo, em substituição ao Papa João Paulo II. A decisão, inclusive, já foi aprovada em assembléia.

Ao site do Mogi Mirim, Rivaldo explicou a mudança no nome do estádio. "Sou um jogador profissional e consegui tudo o que consegui no futebol através dele (pai). Foi uma pessoa que me deu muita força desde pequeno e nada melhor do que ter essa oportunidade de fazer essa homenagem", disse o pentacampeão mundial.

Rivaldo, porém, tinha outro nome em mente para rebatizar o estádio: o do ex-presidente Wilson Fernandes de Barros, morto em 2008. Só que os parentes do ex-cartola não aprovaram a ideia. "A família não aceitou, falou que não era necessário colocar (o nome de Barros no estádio) para não virem lembranças", afirmou.