Palmeiras: Kléber fica mais longe e Marcelo Moreno está descartado

JB Online

SÃO PAULO - O gerente de futebol do Palmeiras, Toninho Cecílio, pôs um balde de água fria nas esperanças do torcedor alviverde de contar com o atacante Kléber novamente na equipe. De acordo com o dirigente, o jogador está cada vez mais longe do Palestra Itália.

"Está mais para não dar certo (a negociação). A possibilidade do Kléber é remota, da última vez que eu estive lá (em Minas Gerais) não mudou nada. Somente se tivermos uma sinalização do Cruzeiro para caminhar, retomamos essa conversa. O Cruzeiro é um clube grande, precisa do jogador. Tem a intenção de negociar para fora. Não temos o valor financeiro para comprar 100%".

O boliviano Marcelo Moreno, outro nome que foi bem cotado durante a pré-temporada, está descartado. Segundo Toninho Cecílio, o Shaktar Donetsk, clube que detém os direitos do jogador, foi veemente em sua posição de não negociar o atleta por empréstimo.

"Não existe possibilidade, o Shaktar se mostrou contrário ao empréstimo. O Palmeiras não tem nem como interferir. A negativa foi feita de maneira firme e decisiva. O Marcelo Moreno deixa de ser uma possibilidade".

O gerente de futebol disse que o clube segue estudando alguns jogadores e que o Palmeiras tem de duas a três opções para o setor que só conta com Robert no elenco, após a saída de Vágner Love para o Palmeiras.

Um dos nomes que circularam na Academia de Futebol nesta sexta-feira foi o de Kléber Pereira, ex-Santos. Apesar de Muricy Ramalho dizer que vê o artilheiro com bons olhos, Cecílio praticamente descarta uma negociação com o atleta. "O Kléber Pereira joga em alto nível. Esse nome não tem sido presença nas nossas reuniões. Nesse momento ele não tem sido presente nas nossas reuniões como elenco".