Obina pede, mas diretoria do Flamengo insiste em Vagner Love

Julio Calmon, Jornal do Brasil

RIO - O primeiro dia de trabalho do time rubro-negro após o retorno de merecidas férias não teve novas caras. Sob o forte sol do verão carioca, os 32 jogadores que se apresentaram nesta terça-feira, dia 5, apenas fizeram exames médicos. Na tarde desta quarta-feira, a equipe viaja para Porto Feliz, no interior de São Paulo, onde realiza pré-temporada até o dia 15. Até lá o torcedor deve ter a resposta de quem será o companheiro de Adriano no ataque rubro-negro. Nesta terça-feira, o técnico Andrade deixou escapar que o time briga em três frentes: Vagner Love, Rafael Sóbis e um atacante que deixou o clube recentemente, que seria Emerson.

Estamos negociando com um atacante para ser titular, pois para compor o elenco já temos Obina, Bruno Mezenga e Gil. Queremos trazer o Vagner Love, mas há um plano B, que é o Rafael Sóbis disse o técnico Andrade, que fez mistério sobre a outra possibilidade, um ex-jogador do clube que deseja voltar. Fiquei sabendo na segunda-feira que um ex-jogador do Flamengo quer voltar ao Brasil. Ele jogou há pouco tempo no clube.

O posto no ataque era de Zé Roberto. Depois de um início ruim com a camisa do clube, o atacante se recuperou e terminou o ano em alto estilo, sendo titular do time hexacampeão e marcando gols que ajudaram o Flamengo. Emprestado pelo Schalke 04, da Alemanha, o jogador teve que retornar ao futebol europeu, pois o clube da Gávea não chegou a um acordo com os alemães.

Até agora, o Flamengo é o único clube do Rio que não contratou para a temporada, na qual o clube terá pela frente três grandes desafios: o tetracampeonato carioca inédito, defender o título do Brasileiro e disputar a Libertadores, que conquistou apenas uma vez, em 1981. Andrade já admitiu que o time precisa de mais três jogadores: um zagueiro, um atacante e um meia para ser reserva de Petkovic, que seria preservado para os jogos mais importantes. Apesar de cobrar reforços, ele apóia a política de contratações do clube.

O Flamengo está fazendo tudo no seu tempo. A diretoria está empenhada e não podemos fazer loucuras. Temos que errar o mínimo possível. Estamos no caminho certo comentou Andrade.

A volta de Obina

Um dos pretendentes rubro-negros, Vagner Love se apresentou nesta terça-feira ao Palmeiras. Já Rafael Sóbis defende o Al-Jazira, dos Emirados Árabes, e recupera-se de uma cirurgia no joelho. Nesta semana, o empresário dele, Jorge Machado, avisou que há interesse em retornar ao Brasil. Quanto ao retorno de Emerson, o acerto é mais difícil. O jogador deixou o Flamengo no meio do ano passado e tem contrato com o Al-Ain, também dos Emirados Árabes, até 2011. Sem um reforço, quem pode atuar ao lado de Adriano na estreia do time no Carioca, dia 17, contra o Duque de Caxias, no Maracanã, é o atacante Obina, que retornou de São Paulo após um curto empréstimo ao Palmeiras.

Eu venho para lutar pelo meu espaço, independentemente de quem possa vir. Estou aqui para lutar pela vaga. O Flamengo tem um grande jogador, que é o Adriano, e jogar ao lado dele vai ser gratificante demais para mim. Vou lutar por isso e procurar meu espaço novamente afirmou Obina, descartado pelo Palmeiras após brigar com Maurício no intervalo de partida contra o Grêmio.

No Flamengo desde 2005, Obina participou de todas os títulos conquistados pelo clube desde então. Foi campeão da Copa do Brasil (2006) e tri do Carioca (2007 a 2009). Porém, saiu justamente no Brasileiro e viu de longe seus companheiros conquistarem o principal título para o clube nos últimos 17 anos. Obina não esconde a tristeza por não ter participado do hexa.

Na vida, nem sempre as coisas acontecem do jeito que você quer. Fui para o Palmeiras, o Flamengo foi campeão e fiquei feliz pelos amigos daqui. O torcedor merecia também. Eu quero é poder ajudar a conquistar título aqui também comentou Obina, que pediu para os dirigentes para não ser negociado até o fim de seu contrato com o Flamengo.