Mercedes diz que idade não será problema para Schumacher

Agência ANSA

BERLIM, ALEMANHA - O diretor esportivo da Mercedes, Norbert Haug, afirmou que a idade de Michael Schumacher, que tem 41 anos, não será um problema para seu retorno à Fórmula 1, em 2010.

- Na Fórmula 1 sempre houve conflitos de gerações - disse ele, em uma entrevista à agência de notícias alemã DPA. Na opinião do executivo, para disputar a categoria mais famosa do automobilismo mundial não basta somente "juventude e força física, como em uma corrida de 100 metros", mas "experiência, inteligência e intuição".

A Fórmula 1, prosseguiu Haug, "não é um decatlo. São mil provas, e Michael tem todos os fatores que são necessários para vencer".

O diretor da Mercedes minimizou a diferença de idade que separa o heptacampeão mundial, que havia decidido se aposentar em 2006, de alguns rivais que têm 20 anos a menos, como o também alemão Sebastian Vettel e o inglês Lewis Hamilton.

Como exemplo, Haug citou o caso do brasileiro Rubens Barrichello, que tem 37 anos, está na Fórmula 1 desde 1993 e chegou a lutar pelo título na última temporada pela Brawn GP, equipe que se tornou a Mercedes.

- Por que não pode ocorrer a mesma coisa com Michael, que tem somente três anos a mais? - indagou.

Na Mercedes, Schumacher terá como companheiro de equipe em seu retorno à Fórmula 1 o também alemão Nico Rosberg, ex-Williams. A temporada começa no dia 14 de março, com o GP do Bahrein.