Obina volta ao Fla e vive a expectativa de parceria com Adriano

Jornal do Brasil

RIO - Uma nova dupla de ataque rubro-negra está prestes a surgir. O retorno de Zé Roberto para o alemão Schalke 04 abre uma vaga ao lado de Adriano no ataque. Enquanto as especulações em torno de Vagner Love não se concretizam, o único nome confirmado para fazer companhia ao Imperador é um certo atacante carismático, que após seis meses longe do clube estará de volta em 2010: Obina.

Ele (Obina) se reapresentará com os demais companheiros no dia 5 afirmou o vice de futebol Marcos Braz em entrevista à Radio Bandeirantes.

Ex-catador de mariscos na Bahia, Obina chegou ao Flamengo em 2005 e se destacou ao marcar um importante gol, contra o Paraná, que livrou o Flamengo do rebaixamento naquele ano. Na temporada seguinte, saiu do banco para marcar um dos gols na final da Copa do Brasil, contra o Vasco.

A conquista do primeiro título nacional, após o brasileiro de 1992, rendeu ao jogador a criação de um hit nas arquibancadas. O canto Obina é melhor que o Eto'o comparava o baiano ao artilheiro camaronês, então jogador do Barcelona e hoje no Inter de Milão.

Em 2007, o jogador parecia viver um revés no clube. Na semifinal da Taça Guanabara, Obina marcou o gol da vitória sobre o Vasco e no mesmo lance sofreu uma séria contusão no joelho esquerdo. O atacante ficou afastado dos gramados durante boa parte do segundo semestre.

No Estadual de 2008, voltou a ser protagonista. Nos jogos finais contra o Botafogo, fez o gol da vitória por 1 a 0 na primeira partida. No segundo jogo, Obina marcou duas vezes na vitória por 3 a 1. Os gols cativaram a torcida e até os quilos a mais foram esquecidos.

Mas em 2009 tudo mudou. O rendimento ruim no estadual, quando não marcou gols gerou. muitas críticas. Obina foi emprestado para o Palmeiras, onde realizou bons jogos, ao lado do atacante Keirrison, negociado na janela de transferências no meio do ano.

Love no caminho de Obina

Com o retorno de Vagner Love ao clube paulista, Obina foi para o banco de reservas e só voltou a ser protagonista após trocar socos com o companheiro Maurício Ramos. Com as negociações entre Flamengo e Vagner Love próximo de um desfecho, Obina corre o risco de outra vez ser reserva do atacante.

Love é vinculado ao CSKA Moscou e foi emprestado ao Palmeiras no segundo semestre. Após ser agredido por torcedores na reta final da temporada, ele manifestou o desejo de deixar o Parque Antártica. Para liberar o atleta, a equipe paulista deseja uma compensação financeira ou emprestar jogadores para o elenco palmeirense.

Por outro lado, caso as negociações com Love não avancem, o folclórico atacante aparece como principal candidato a ocupar ao lado do Imperador. Como cantava a torcida no período em que o atleta esteve em recuperação: ''Ah Obina vai voltar''.