Prioridade na Gávea é manter a base

JB Online

RIO - A manutenção da base do time campeão brasileiro é prioridade na Gávea. Segurar os principais nomes de 2009 vem sendo o grande trabalho do departamento de futebol para a temporada que se inicia no próximo mês de janeiro. O treinador Andrade já revelou que a equipe precisa de três ou quatro jogadores, mas o primeiro passo a ser tomado é acertar a permanência de jogadores que fizeram parte da campanha do hexacampeonato.

O comandante rubro-negro, inclusive, acredita que o momento de festejar o título já passou. Andrade traça os objetivos para 2010 e aponta a Taça Libertadores da América e o tetracampeonato do Campeonato Carioca como as grandes metas do time rubro-negro. E, para isso, o treinador acredita que o time precisa de ambição e alguns reforços.

- O Brasileiro foi uma grande conquista, mas já passou. Temos que buscar algo mais importante. Podemos alcançar mais. Para isso, será preciso uma ambição maior. O time precisa de três ou quatro reforços experientes. Só não vou dizer em quais posições - afirmou o treinador.

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, é mais um que acredita que a equipe não precisa se reforçar muito, caso mantenha a base. Segundo o dirigente, o clube fará o possível para segurar as peças-chave do time de Andrade, e então, tentar se reforçar de maneira cautelosa.

- A prioridade do departamento de futebol são as renovações. A partir daí iremos nos reforçar com contratações pontuais - explicou Marcos Braz.

Adriano tem contrato com o Flamengo até junho de 2010, mas após o sucesso na campanha que levou ao hexacampeonato brasileiro, do qual foi artilheiro (ao lado de Diego Tardelli, com 19 gols), passou a ter sua saída do clube especulada. No entanto, seu empresário, Gilmar Rinaldi, afirmou que o camisa 10 fica na Gávea na próxima temporada. A grande motivação do Imperador para permanecer na Gávea é a proximidade da Copa do Mundo de 2010 e o fato de o rubro-negro estar na Libertadores na próxima temporada.

- Temos em mente o projeto da Copa, que é mais importante do que tudo neste momento. O Adriano está feliz, foi o artilheiro do Brasileiro e decidiu permanecer onde se sente em casa - declarou Gilmar Rinaldi.

Do site do Flamengo