Os triunfos de Cielo e Sarah no Prêmio do COB

Fúlvio Melo, Jornal do Brasil

RIO - Poucos dias depois de ter quebrado o recorde mundial dos 50m livres, César Cielo recebeu das mãos do presidente Lula o maior prêmio do esporte brasileiro. Ontem, no Maracanãzinho, o nadador foi escolhido como o melhor atleta de 2009 ano em que levou duas medalhas de ouro no Mundial de Roma, além de ter quebrado dois recordes mundiais (50m e 100m livres). Com 77% dos votos, computados na internet, ele venceu a disputa com o velejador Torben Grael e o ginasta Diego Hypólito.

Espero que eu siga com esses resultados até as Olimíadas de 2012, para buscar mais medalhas disse César Cielo.

No feminino, quem levou o prêmio foi a jovem judoca Sarah Menezes, que bateu a lutadora de taekwondo Natélia Falavigna e a nadadora Poliana Okimoto. Aos 19 anos, ela conquistou uma medalha de bronze no Grand Slam de Tóquio, além de tornar-se a primeira atleta a conquistar o bicampeonato mundial júnior (sub-20).

Gostaria de agradecer aos que votaram em mim. Para melhorar ainda mais, todo atleta precisa ter condição comentou Sarah. Se hoje estou sendo considerada com a melhor atleta, é porque tive quem me apoiasse desde cedo. Toda atleta precisa ter uma estrutura sólida que dê condições físicas para evoluir.

A festa não foi apenas dos atletas. Políticos aproveitaram o bom momento do esporte olímpico brasileiro (principalmente pela escolha do Rio de Janeiro como sede dos jogos de 2016) para desfilarem no palco montado no Maracanãzinho. Além do presidente Lula, que chegou na metade da cerimônia, Orlando Silva, ministro do esporte, Eduardo Paes, prefeito, e Sérgio Cabral, governador, marcaram presença no evento. Junto com Carlos Arthur Nuzman, presidente do comitê olímpico brasileiro, os três receberam o prêmio Mérito Rio 2016, pela escolha da cidade. Sérgio Cabral fez questão de agradecer Lula.

Graças à união de esforços, pela primeira vez a América do Sul vai realizar os Jogos Olímpicos. O maior agradecimento vai para a força e entusiasmo do Lula.

O presidente também não saiu com as mãos vazias. Lula recebeu o prêmio de personalidade olímpica de 2009.

Nunca imaginei que fosse sentir a emoção daquele dia em Copenhague lembrou Lula.

Joaquim Cruz

Outro ponto alto da festa foi a homenagem a Joaquim Cruz. Em 2009 completaram-se 25 anos da conquista da medalha de ouro dele na prova dos 800m nas Olimpíadas de 1984, em Los Angeles. Ele recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, criado pelo COB em 2001.

A essência das grandes conquistas está na capacidade de sonhar. Por isso conseguimos trazer as Olimpíadas para o Brasil. De hoje em diante, podemos sonhar ainda mais, pois o Brasil está fazendo o evento mais importante do planeta disse Joaquim Cruz.