América pode ser campeão, o que não acontece desde 1982

Flávio Dilascio, Rafael Gonzalez, Jornal do Brasil

RIO - Tia Ruth tem motivos de sobra para comemorar. O acesso do América à primeira divisão do estadual do Rio, ela já presenciou no último sábado, quando o time tijucano venceu o Nova Iguaçu por 1 a 0. Quarta-feira, às 20h, no Giulite Coutinho, em Edson Passos, a torcedora-símbolo poderá realizar o sonho de ver o América ser campeão, ao menos, mais uma vez. Para tanto, o time tem de vencer o Artsul e torcer por um tropeço do segundo colocado, o Olaria, que enfrenta o Goytacaz, em Campos. O América contará com uma presença especial de Romário, que chega de Madri, quarta-feira, durante o dia, para à noite estar em campo.

- Ainda estou muito abalada porque me emocionei demais no sábado (retorno do América à Série A carioca). É muita alegria - conta Tia Ruth, repetindo que não queria morrer sem ver o América campeão novamente.

A torcedora realmente tem de segurar o coração. Em 2006, quando o América chegou à final do Estadual contra o Botafogo, tendo perdido a decisão, Tia Ruth passou mal no Maracanã e teve de ser carregada nas arquibancadas do estádio. A cena ganhou destaque durante a transmissão da partida. São 85 anos de dedicação ao América. A torcedora, membro do conselho deliberativo do clube, viu os títulos de 82 (campeão dos campeões), 60 e 35 (estaduais). Desta vez, o troféu em jogo é o da série B carioca. Para Tia Ruth, nada que diminua a felicidade de ver o Mecão campeão outra vez.

- Estamos comemorando um momento histórico: fomos rebaixados em março do ano passado e um ano e oito meses depois estamos de volta - explica.

Gol do acesso foi para Tia Ruth

A equipe comandada pelo técnico e ex-jogador Lira tem o artilheiro da competição, Alexandro, com 20 gols. O último deles, foi o gol do acesso, contra o Nova Iguaçu, dedicado pelo artilheiro à Tia Ruth.

- O Alexandro é um amor de pessoa. Ele tinha me prometido um gol que não fazia há alguns jogos. Não é o batedor de pênalti, mas pediu para cobrar no jogo decisivo para dedicar o gol a mim - conta a torcedora, com orgulho, antes de confirmar que irá retribuir o presente com uma carta ao jogador.

As demonstrações de carinho à torcedora não param no ataque do time. O goleiro Roberto é outro que prometeu dar uma camisa personalizada para Tia Ruth.

A situação do campeonato é a seguinte: o América lidera com 35 pontos, seguido de Olaria com 33, Goytacaz com 29 e Sendas com 28. Apenas dois garantem acesso á primeira divisão. O América já confirmou esse feito. Na briga pelo título, o único concorrente que ainda pode alcançar o Diabo é o Olaria, já que faltam apenas duas rodadas para o fim do torneio.