Flamengo: Adriano e Petkovic são absolvidos por Andrade

Julio Calmon, Jornal do Brasil

RIO - O placar sem gols no confronto com o Goiás não estava nos planos do Flamengo, ainda mais depois do tropeço do São Paulo contra o Botafogo. O empate tirou a chance de o time rubro-negro assumir a liderança pela primeira vez no Campeonato Brasileiro. Segunda-feira, rubro-negros buscavam explicação para o que aconteceu. De tudo, o técnico Andrade só não quer jogar a responsabilidade pelo tropeço sobre as costas de Petkovic e Adriano, que fizeram uma partida abaixo do esperado.

Não dá pra jogar toda a responsabilidade no Adriano e no Pet. Eles decidiram alguns jogos para o Flamengo e, infelizmente, isso não aconteceu contra o Goiás. Mas quem vai decidir o título na verdade é o grupo. Já disse isso mais de uma vez disse Andrade.

O atacante é o atual artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 19 gols. Sua participação tem sido decisiva para o time. Nas últimas oito vitórias do Flamengo em que esteve em campo, Adriano marcou gols em sete jogos. Quando não fez, o Flamengo perdeu para o Barueri e empatou com o Internacional e com o Goiás. Ou seja, os gols de Adriano fizeram falta no domingo. O atacante até teve três oportunidades claras para marcar, mas foi impedido pela defesa do time goiano bem na hora da finalização.

Já o meia Petkovic tem tido problemas físicos para suportar a maratona rubro-negra. Desde que assumiu a posição de titular, só não foi substituído uma única vez - na vitória por 3 a 0 sobre o Santo André. Porém, desde que o time começou a incrível arrancada no segundo turno, ele não esteve presente na única derrota: 2 a 0 para o Barueri. Assim como Adriano, o meia sérvio até teve oportunidade de marcar um gol na sua especialidade, mas a falta passou rente à trave direita do goleiro Harlei.

Bruno culpa ansiedade

Assim como a torcida, o goleiro Bruno também procurava explicações por ter desperdiçado uma chance de ouro para assumir a liderança do Brasileiro. Em entrevista ao programa Arena Sportv, ele admitiu que o time estava nervoso e que a ansiedade da torcida atrapalhou dentro de campo.

Acho que o nosso torcedor, por estar tão carente de um título importante, às vezes acaba atrapalhando um pouco. Nós temos que jogar como vínhamos jogando, sem nos deixarmos influenciar por fatores externos disse Bruno.

Além da ansiedade da torcida, Bruno admitiu que saber o resultado de Botafogo e São Paulo antes de jogar também atrapalhou o time.

Nos causou um impacto saber os resultados antes do jogo começar. Atrapalhou a nossa equipe. Era a chance de assumirmos a liderança pela primeira vez lamentou o capitão Faltou paciência e nós precisaremos dela nos dois últimos jogos.

Nova loja

Segunda-feira, na sede da Gávea, o clube e a Olympikus, marca de material esportiva que patrocina o rubro-negro, inauguraram a loja FlaConcept, a maior loja de um clube de futebol na América do Sul, com 1.300 m². No dia 15 de novembro de 2010, o clube e a empresa pretendem inaugurar um museu em um local próximo à loja.