Vasco faz planos ambiciosos para reforçar o elenco

Da redação, Jornal do Brasil

RIO - O Vasco conta as horas para escrever um dos capítulo mais emocionantes de sua centenária história. Sábado, no Maracanã, o time enfrenta o Juventude, podendo assegurar de vez a classificação à Série A do Campeonato Brasileiro. O empate em 1 a 1 com o Fortaleza, no Castelão, não foi o suficiente para o tão sonhado regresso cruzmaltino. Para piorar, os resultados das outras partidas não ajudaram. Mas, enquanto a torcida aguarda ansiosa para soltar o grito de Primeira Divisão, a diretoria começa a preparar a equipe para a temporada 2010. Uma das primeiras medidas será a manutenção do atacante Elton, pretendido por clubes de fora do país. O jogador dificilmente ficará em São Januário, mas os dirigentes prometem não medir esforços para segurar o artilheiro na Colina.

Outro desejo vascaíno é o repatriamento de Keirrison. O atacante, ex-Coritiba e Palmeiras, está na reserva do Benfica de Portugal, e pode pintar em São Januário no ano que vem. A negociação pode parecer absurda, mas tem fundamento. O jogador foi vendido ao Barcelona, mas, sem espaço no clube espanhol, foi emprestado ao time de Lisboa. Lá, no entanto, é a terceira opção no banco de reservas ou seja, é o quinto atacante. O Barça não está satisfeito com o aproveitamento do jogador, que não está tendo chance de se valorizar no mercado europeu.

Assim, vindo para o Vasco, Keirrison pelo menos estaria em atividade.

Por ora, a chance mais próxima é a manutenção de Elton. Dois clubes da Turquia, um da Grécia e um de Portugal estão de olho no artilheiro. O presidente Roberto Dinamite avisou que o Vasco não está disposto a perder o jogador.

Nossa prioridade sempre foi manter o Elton. Vamos trabalhar para que o jogador permaneça aqui no ano que vem. Antes de falar em reforços, temos que resolver a renovação de quem está no clube disse Dinamite.

Pensando em um Vasco forte na próxima temporada, o clube sonha também Val Baiano, do Barueri, e Kleber Pereira, do Santos.

Para o compromisso de sábado, o time terá o retorno de Carlos Alberto. O meia não entrou em campo no empate no Castelão por conta de dores no dedão do pé esquerdo. Para o fim de semana, o camisa 19 estará liberado e pronto para liderar o time no aguardado jogo que pode selar o retorno cruzmaltino à elite do futebol brasileiro. Para Carlos Alberto, subir diante da torcida, no Rio, será uma sensação especial.

Não atuei contra o Fortaleza porque não estava em condições. Sabíamos que se tratava de uma partida difícil e a melhor maneira de ajudar era não atrapalhar, então decidimos que eu não jogaria comentou o meia vascaíno.

Quem também torce pela confirmação do acesso à Primeira Divisão num Maracanã lotado é o técnico Dorival Júnior. Tido com um dos responsáveis pela bela campanha do time na Série B, o treinador não vê a hora de ter o trabalho de quase um ano reconhecido. Dorival, no entanto, adota postura diplomática. Não seria elegante para ele sair por aí afirmando que a classificação pode sair no sábado, já que seria uma atitude desrespeitosa com o Juventude. Comedido, o técnico vascaíno mede as suas palavras.

Acredito que este seja um momento para ser vivido diante da nossa torcida, não? Se o Vasco apresentar uma consciência e uma postura correta, podemos dar esse presente ao nosso torcedor comentou o treinador. Cada ponto somado tem uma importância grande para a equipe. Não podemos perder essa capacidade de somar pontos.

O atacante Rodrigo Pimpão, vítima de uma luxação no braço direito, no segundo tempo do empate com o Fortaleza, sábado, corre o risco de não entrar mais em campo este ano. O jogador será submetido a radiografia para avaliar a gravidade da lesão. Caso tenha sido apenas um susto (as imagens do braço do jogador dobrando na hora da queda são assustadoras), ele vai aguardar o processo de recuperação e cicatrização. Fará também tratamento à base de ultra-som e musculação para só depois voltar a treinar.