Santo André recebe autodesafio de natação para deficientes no sábado

JB Online

SÃO PAULO - Mais de 50 deficientes participam, neste sábado, do "3º AutoDesafio de Natação Adaptada", em Santo André. O grupo é formado por alunos e ex-alunos com mais de 12 anos do Núcleo de Natação Adaptada (Nanasa) da Prefeitura, em parceria com a APOLO (Associação das Indústrias do Pólo Petroquímico do Grande ABC).

Na ação, os atletas paraolímpicos realizam provas em uma piscina de 25 metros, nas modalidades nado livre e costas. Os participantes serão separados por tempo de percurso e todos que conseguirem atravessar a piscina ganham medalha.

- Além de estimular a prática da natação, os participantes superam seus limites, pois são desafiados a bater a sua própria marca de tempo já alcançada - explica Ivan Teixeira Cardoso, professor de Educação Física e coordenador do Programa de Educação Física Adaptada (Pefa).

Ivan Cardoso comenta que a prática esportiva reflete na auto-estima, melhora o condicionamento físico e diminui os casos de depressão entre este público especial.

- Este festival é uma janela para a sociedade enxergar que os deficientes são capazes de realizar diversas atividades - ressalta o educador físico.

O "3º Autodesafio de Natação Adaptada" é uma ação do Pefa, criado pela Prefeitura de Santo André com patrocínio da APOLO e apoio da Associação pela Cidadania da Pessoa com Deficiência (Acide), Faculdades Integradas de Santo André, ABC Plaza Shopping e Alcoa Alumínio. O programa conta com 240 alunos matriculados e desde a criação, em 2002, formou 661 pessoas consideradas aptas a frequentar espaços públicos como praias e clubes.

O evento ocorre no sábado, a partir das 9h, no Clube ADC Quattor (av. Presidente Costa e Silva, 1.173, Capuava, Santo André)