Inflação semanal diminui nas sete capitais pesquisadas pela FGV

REUTERS

RIO DE JANEIRO - A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) ficou menor na segunda semana de outubro em todas as sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), segundo levantamento divulgado hoje (19). A queda mais intensa do índice ocorreu em Belo Horizonte, onde a taxa foi de 0,15%, ante variação de 0,53% na primeira apuração do mês.

Em São Paulo, capital com maior peso na formação do IPC-S, houve redução do ritmo de alta e o índice ficou em 0,06%, depois de ter registrado 0,34%. O mesmo movimento ocorreu em Brasília (de 0,39% para 0,34%), Porto Alegre (de 0,29% para 0,19%) e no Rio de Janeiro (de 0,17% para 0,10%).

Já em Recife (de 0,09% para 0,37%) e em Salvador (de 0,03% para 0,05%) a FGV apurou deflação ainda mais intensa.

Conforme levantamento divulgado na semana passada pela fundação, o IPC-S de 15 de outubro ficou em 0,05%, a menor taxa desde a quarta semana de setembro de 2008, quando o índice registrou variação de 0,09%.

A principal contribuição para o resultado foi a queda nos preços dos itens do grupo alimentação, que tiveram deflação de 0,95% contra queda de 0,15% na semana anterior.