Batido em casa, inglês quer dar o troco em SP

Jornal do Brasil

SÃO PAULO - Jenson Button começou o campeonato deste ano de forma arrasadora: venceu seis das primeiras sete provas. Depois, aproveitou para controlar sua vantagem no Mundial de Pilotos, ao passo que outras equipes, principalmente a Red Bull, reagiam. A um terceiro lugar do título inédito na carreira, o inglês esbanjou confiança e tranquilidade nos últimos dias em São Paulo.

Acordei muito feliz esta manhã, tive bons sonhos disse, na quinta-feira, o piloto da Brawn GP, que está próximo de se tornar o 10º piloto britânico campeão mundial. Acordei com um sorriso no rosto. Estou animado. Não acho que aumenta a pressão saber que você pode ser campeão. Isso não é negativo, é positivo.

Button está 14 pontos à frente do companheiro de equipe Rubens Barrichello, com duas corridas restando para o final da temporada. Sebastian Vettel, da Red Bull, vem mais dois pontos atrás.

O piloto inglês tem uma motivação extra para vencer em São Paulo. Ele foi derrotado por Barrichello em sua casa, no GP da Inglaterra, em Silverstone, e agora quer dar o troco no quintal do colega de escuderia.

Rubens me venceu em Silverstone e eu gostaria de fazer o mesmo com ele aqui disse Button, com outro sorriso. É uma sensação boa quando você vence seu companheiro de equipe no país dele. Mas acho que nós entendemos a situação, estamos todos lutando por algo que é muito maior do que já conseguimos no passado, e acho que vamos respeitar isso.