Não prometemos que a Baía estará totalmente limpa, diz Osório

Portal Terra

RIO - O secretário-geral do Comitê Organizador Rio 2016, Carlos Osório, afirmou que a despoluição da Baía de Guanabara é uma das metas para os Jogos Olímpicos de 2016. No entanto, Osório afirmou que o comprometimento com o Comitê Olímpico Internacional (COI) é acelerar o processo de despoluição e deixar o local das provas de vela apto para ser utilizado pelos atletas.

"Não estamos prometendo que a Baía estará totalmente limpa, mas o comprometimento é de um avanço grande para ter condições de disputar provas. Essa despoluição já vem acontecendo há três anos, mas isso deverá ser acelerado para os Jogos de 2016", afirmou Osório, em entrevista ao canal SporTV.

No entanto, o secretário-geral fez questão de deixar claro que a questão da despoluição, da melhoria no transporte público e a parte que diz respeito ao lado "não-esportivo" são funções do governo federal e não do Comitê Organizador.

"Existe uma divisão de responsabildiades. O Comitê é responsável pela organização do evento e tem orçamento para isso. Não temos compromisso com o COI de reformas. Entregamos 2 metros e meio de papel com todas as garantias de execução, orçamento. Agora o COI vai fazer o ajuste do cronograma", afirmou.

Osório disse ainda que o Brasil irá crescer muito no âmbito esportivo até 2016 e não fará feio na Olimpíada do Rio de Janeiro. "Se você for analisar o esporte já fez muito. Passamos para um patamar de medalhas de três em Barcelona para 15 em Pequim. O que você pode discutir é se essa curva de crescimento pode ser melhroada".