Alonso diz que comentários de Massa não vão prejudicar relação

Alan Baldwin, REUTERS

SÃO PAULO - Fernando Alonso minimizou nesta quinta-feira a importância dos comentários feitos por seu futuro companheiro de equipe na Ferrari, Felipe Massa, sobre a armação da Renault no ano passado, e garantiu que a relação entre eles será boa em 2010.

Massa provocou polêmica antes do Grande Prêmio do Brasil de domingo ao afirmar na quarta-feira que Alonso sabia da manipulação armada pela Renault para beneficiar o espanhol na corrida de Cingapura.

Alonso nega qualquer participação no escândalo, que envolveu um acidente intencional do ex-piloto da Renault Nelsinho Piquet sob ordem do então chefe da escuderia, Flavio Briatore, que foi banido do esporte como suspensão.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) também afirma que não há razão para acreditar que Alonso teve qualquer envolvimento na armação.

- Eu não estava envolvido em nada, eu não sabia de nada, não há dúvida. Não dei muita atenção - disse Alonso a repórteres nesta quinta-feira, quando perguntado sobre os comentários de Massa.

- Isso não vai afetar nada, nem a mim nem o relacionamento. Na verdade, eu acho que será ótimo - acrescentou o espanhol.

Alonso, que será o companheiro de Massa na Ferrari em 2010, no lugar do finlandês Kimi Raikkonen, acrescentou:

- Na Ferrari o grupo é mais importante que o individual, todo mundo é parte da equipe, uma grande família. Acho que será um grupo bom e seremos uma equipe muito forte na próxima temporada, com Felipe e eu.

Depois da primeira acusação, Massa esclareceu seus comentários sobre Alonso no site da Ferrari.

- O que eu disse foi resultado da minha intuição e não tem base em qualquer evidência concreta - afirmou o piloto.

- O Conselho Mundial da FIA anunciou que não há evidências de que Fernando tenha sido informado do que aconteceu e eu respeito essa decisão. O que é certo é que o episódio não vai prejudicar de forma alguma o relacionamento que terei com Fernando quando nos tornarmos companheiros de equipe.

Massa não corre desde o GP da Hungria de julho, quando sofreu um grave acidente durante os treinos classificatórios. Ele recentemente recebeu autorização médica para testar carros de F1 e vai conceder uma nova entrevista coletiva na sexta-feira em Interlagos.

Alonso disse que os dois devem ter uma conversa em particular, mas negou que fosse para suavizar o ambiente.

- Se nós conversarmos será mais sobre a recuperação dele, que parece boa, sobre a experiência dele na Ferrari - disse Alonso - Ele está lá há três ou quatro anos e eu preciso aprender, me adaptar o mais rápido possível. Qualquer coisa que eu falar com Felipe nesses dias e no futuro será uma grande ajuda para eu conhecer a equipe.

Massa já havia reclamado anteriormente que se sentiu roubado pelo que aconteceu em Cingapura, após ter largado da pole position mas terminado sem marcar pontos.