Botafogo perde de virada, mas avança na Sul-Americana

Portal Terra

SÃO PAULO - O Botafogo foi ao Equador para enfrentar nesta quarta-feira o Emelec, no segundo jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana, e sofreu com a pressão do adversário, que venceu por 2 a 1. No entanto, a vantagem obtida no primeiro jogo garantiu aos cariocas a vaga nas quartas de final. Na primeira partida, no Rio de Janeiro, o Botafogo havia vencido por 2 a 0, o que dava uma relativa tranquilidade para o jogo fora de casa.

Se o Botafogo já estava em boa situação e precisava apenas administrar a vantagem obtida no Rio, as coisas ficaram ainda melhores logo no início da partida. Aos cinco minutos, André Lima aproveitou cruzamento da direita, subiu sem marcação na pequena área e marcou de cabeça.

Depois do gol, o Emelec, pressionado pelo tempo, tentou se equilibrar na partida e partir para cima do Botafogo. Rojas era o principal articulador das jogadas do time. Porém, a equipe equatoriana não demonstrava criatividade suficiente para ameaçar os cariocas, que procuravam explorar o contra-ataque. Dessa forma, o Botafogo foi para o vestiário com a vitória parcial.

Na segunda etapa o Emelec conseguiu chegar rapidamente ao gol, o que acendeu os ânimos dos jogadores em campo e da torcida na arquibancada. Aos sete minutos, Carlos Quiñónez recebeu na marca do pênalti após tabela com Mendoza e chutou bem colocado para empatar a partida. O Emelec ainda precisava de mais três gols para garantir a classificação.

O Botafogo passou a sucumbir à pressão e o gol da virada do Emelec não demorou a sair. Aos 12 minutos, Raponi cobrou escanteio da esquerda e José Quiñónez cabeceou sozinho para virar a partida.

A virada relâmpago do Emelec acordou os jogadores do Botafogo do cochilo momentâneo. O time carioca passou a preservar mais a posse de bola e trocar passes no ataque e arriscando bons chutes de longa distância. No setor defensivo, procurava aliviar a pressão como podia. E conseguiu, segurando o resultado.

Mesmo com a derrota, o Botafogo avança na Copa Sul-Americana. Agora o clube carioca espera seu adversário nas quartas de final, que sairá do confronto entre Goiás e Cerro Porteño.