Campanha cruzeirense de 2009 supera 97 e se aproxima de 76

Portal Terra

RIO - Dois times do Cruzeiro já levantaram a Copa Libertadores: um em 1976 e outro em 97. Pois a equipe de Adílson Batista, que abre as finais da competição contra o Estudiantes, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), em La Plata, tem números consistentes em relação às que já foram campeãs.

Até aqui, na atual edição, foram nove vitórias, dois empates e apenas uma derrota - contra o próprio Estudiantes, ainda na fase de grupos. Pelo caminho, o time de Adílson Batista deixou Universidad do Chile, São Paulo e Grêmio. No mata-mata, os números são ótimos: cinco vitórias, só um empate.

Em 1976, o timaço comandado por Zezé Moreira conquistou a Libertadores de forma arrebatadora. Disputou 13 jogos e venceu 11, empatando um e perdendo outro, na decisão contra o River Plate. Ao longo do torneio, o Cruzeiro se vingou do Internacional, que lhe havia vencido na final do Brasileiro de 75, nos jogos mais marcantes daquela competição.

A campanha do Cruzeiro de 97 é bastante peculiar. Apesar de campeão, o time venceu só sete jogos e perdeu outros seis - teve ainda um empate. Depois de iniciar a competição sob o comando de Oscar Bernardi e perder três partidas, a equipe reagiu sob o comando de Paulo Autuori e, aos trancos e barrancos, superando adversários em disputas por pênaltis, acabou erguendo a taça.

Time base do Cruzeiro de 1997

Dida; Vítor, Gélson, Gottardo e Nonato; Fabinho; Ricardinho (Paulinho McLaren) e Cleisson; Palhinha, Marcelo Ramos e Elivélton

Téc: Paulo Autuori

Time base do Cruzeiro de 1976

Raul; Nelinho, Morais, Darcy Menezes e Vanderley; Ronaldo Drummond, Piazza e Zé Carlos; Eduardo, Palhinha e Joãozinho

Téc: Zezé Moreira

Números de 2009

9 vitórias

2 empates

1 derrota

Números de 1997

7 vitórias

1 empate

6 derrotas

Números de 1976

11 vitórias

1 empate

1 derrota