Argentinos venceram 72% de finais da Libertadores contra Brasil

Portal Terra

RIO - O Brasil, representado pelo Cruzeiro, e a Argentina, com as cores do Estudiantes, colocarão 34 dos 49 títulos da Copa Libertadores em campo a partir desta quarta-feira. No duelo entre as duas principais nações do continente, entretanto, a vantagem histórica em decisões do torneio é bastante favorável aos argentinos.

Em 11 confrontos entre os dois países em finais da Copa Libertadores, os clubes brasileiros só venceram três: Santos contra o Boca Juniors, em 63, Cruzeiro contra o River Plate, em 76, e São Paulo contra o Newell's Old Boys, em 92. Os argentinos conquistaram as outras oito decisões, o que representa 72%.

O único título conquistado dentro de território argentino é o do Santos. Em 1963, em uma das maiores exibições de sua carreira, Pelé comandou os santistas dentro de La Bombonera. O Cruzeiro foi campeão no Estádio Nacional, em Santiago, enquanto o São Paulo ergueu a taça no Morumbi.

A vantagem dos argentinos não é exclusivamente em finais contra o Brasil. O país tem 21 títulos na Libertadores, contra 13 de clubes brasileiros. O Uruguai, com oito conquistas, o Paraguai, com três, a Colômbia, com dois, e o Equador e o Chile, com um, completam os campeões. Peru, Bolívia, Venezuela e México jamais ergueram a taça da competição.

Todas as finais de Brasil contra Argentina na Libertadores

1963 - Santos ganhou do Boca Juniors

1968 - Estudiantes ganhou do Palmeiras

1974 - Independiente ganhou do São Paulo

1976 - Cruzeiro ganhou do River Plate

1977 - Boca Juniors ganhou do Cruzeiro

1984 - Independiente ganhou do Grêmio

1992 - São Paulo ganhou do Newell's Old Boys

1994 - Velez Sarsfield ganhou do São Paulo

2000 - Boca Juniors ganhou do Palmeiras

2003 - Boca Juniors ganhou do Santos

2007 - Boca Juniors ganhou do Grêmio