Americano é eleito melhor goleiro da competição

Allen Chahad e Celso Paiva, Portal Terra

JOHANESBURGO, ÁFRICA DO SUL - O goleiro americano Howard, derrotado neste domingo por 3 a 2 na final contra o Brasil, foi eleito o melhor jogador da posição na Copa das Confederações, disputada na África do Sul.

O camisa 1 dos Estados Unidos teve grande participação contra o time verde e amarelo na decisão, mas não conseguiu evitar a virada e o vice-campeonato de sua equipe no segundo tempo da partida. Antes, Howard já havia se destacado ao parar os atuais campeões europeus na semifinal, quando os americanos bateram a Espanha por 2 a 0.

Apesar do prêmio e das boas atuações na reta final do torneio, os Estados Unidos não foram o time com melhor desempenho defensivo. Nos cinco jogos disputados, os vice-campeões foram vazados nove vezes. O brasileiro Júlio César, por exemplo, levou cinco gols (três na estreia e dois na final).

Outro americano pôde sair da África do Sul um pouco mais feliz com uma premiação pessoal, mas não escondeu a frustração da virada sofrida no segundo tempo. Chorando muito, o atacante Clint Dempsey recebeu o troféu de terceiro melhor jogador do torneio.