Seleção treina pênaltis e faz rachão em Soweto

Renato Pazikas, Portal Terra

JOHANNESBURGO - A Seleção Brasileira encarou mais uma vez muito frio no Orlando Stadium, em Soweto, subúrbio de Johannesburgo, no treino deste sábado, o último antes da decisão da Copa das Confederações contra os Estados Unidos.

Como é de costume no dia anterior aos jogos, os atletas fizeram exercícios dosados, uma roda de quase 30 minutos de "bobinho" e o tradicional rachão. O time de Kaká e o de Robinho empataram por 5 a 5.

No final da atividade, o técnico Dunga colocou todos os jogadores para treinar pênaltis, assim como aconteceu antes da semifinal diante da África do Sul, que o Brasil venceu por 1 a 0.

A novidade foi a presença de Júlio César como batedor, e não como goleiro. Victor e Gomes foram os responsáveis por evitar os gols e tiveram bom aproveitamento de defesas contra os atletas de linha. O treinador pediu que as cobranças não fossem gravadas.

Luís Fabiano, apesar de gripado, participou normalmente da atividade. O artilheiro da Seleção na competição, com três gols, havia reclamado do frio sul-africano em entrevista coletiva.

A decisão entre Brasil e Estados Unidos acontece neste domingo, às 15h30 (horário de Brasília), no estádio Ellis Park, em Johannesburgo. A Seleção tenta conquistar o tricampeonato da Copa das Confederações.