Seleção prega respeito e prevê jogo diferente contra os EUA

Celso Paiva e Renato Pazikas, Portal Terra

JOHANESBURGO, ÁFRICA DO SUL - No jogo da primeira fase, o Brasil enfrentou os Estados Unidos e não encontrou grandes dificuldades para marcar três gols e praticamente garantir a classificação para a semifinal da Copa das Confederações. Mas os jogadores da Seleção Brasileira foram unânimes em dizer que a partida do próximo domingo será diferente.

- Estou cansado de dizer que cada jogo tem uma história diferente. Com certeza esta partida será diferente daquela da primeira fase - disse o goleio Júlio César, que na partida da primeira fase não foi muito exigido.

O volante Ramires acredita que a motivação será outra, tanto para o Brasil quanto para os Estados Unidos, e por isso prevê um jogo difícil.

- Vai ser diferente. A motivação deles para este jogo será diferente e a nossa também. Tem tudo para ser um grande jogo. Somente a Seleção poderá tornar o jogo fácil, senão vai ser complicado igual hoje - disse o cruzeirense.

Os jogadores da Seleção Brasileira ressaltaram que a lição da surpreendente vitória dos Estados Unidos sobre a Espanha, que ratificou a classificação norte-americana para a final, foi aprendida pelo grupo brasileiro e colocada em prática contra a África do Sul. Felipe Melo espera que o mesmo espírito seja repetido no domingo.

- É o mesmo cuidado que temos em todos os jogos. É uma equipe que demonstrou contra a Espanha que pode chegar ao título. Com toda humildade da Seleção, com garra e dinâmica, vamos entrar em campo para vencer e ser campeões - disse Felipe Melo.