Robinho reclama de cornetas no estádio: "prefiro um sambinha"

Renato Pazikas, Portal Terra

PRETÓRIA - As vuvuzelas, tradicionais cornetas utilizadas pelo torcedor sul-africano durante uma partida de futebol, tem gerado muita polêmica na Copa das Confederações. Até Joseph Blatter se manifestou sobre o assunto.

Em entrevista coletiva, o presidente da Fifa deixou claro que não pode fazer nada, já que "se trata de uma parte da festa". As reclamações são geralmente das redes de televisões que têm suas transmissões prejudicadas pelo barulho e dos turistas estrangeiros.

Mas os jogadores também estão reclamando. Robinho, por exemplo, manifestou sua opinião após a vitória por 3 a 0 da Seleção Brasileira diante dos Estados Unidos, na quinta-feira.

- Atrapalha muito, sem dúvidas. Se fosse um sambinha, seria melhor - brincou.

Outro que criticou a "cornetada" sul-africana foi Luís Fabiano.

- É muito ruim, não consigo ouvir nada dentro do campo. Atrapalha bastante - afirmou o camisa 9 na zona mista do Estádio Loftus Versfeld, em Pretória.

Independente das reclamações, a corneta, mania no país, deve continuar fazendo parte do espetáculo. Os sul-africanos não se importam com as críticas e prometem fazer ainda mais barulho nos próximos jogos. A corneta custa entre R$5 e R$10.