Ramires admite boa atuação, mas vê titularidade distante

Portal Terra

PRETÓRIA, ÁFRICA DO SUL - A boa atuação do volante Ramires na vitória do Brasil sobre os Estados Unidos deixou o jovem jogador com grandes expectativas de se firmar na equipe. No entanto, o futuro jogador do Benfica ainda é cauteloso quanto à possibilidade de já ser titular no concorrido meio-campo de Dunga.

- Tenho que trabalhar bastante ainda. A gente fica esperando e se preparando para entrar quando o Dunga precisar. Espero que possa continuar no mesmo ritmo - disse.

Ramires disse também que considerou sua atuação como a "melhor possível" no jogo desta quinta-feira. De fato, o volante teve boa movimentação e deu passe para Robinho, no segundo gol brasileiro. No lance, Ramires correu uma distância de 66 metros do campo para armar a jogada.

Para ele, a companhia de Kaká facilita seu estilo de jogo rápido.

- Temos uma saída rápida eu e Kaká. No segundo gol deu pra ver bem isso, pegou o time deles desarmado - declarou.

O ex-cruzeirense, negociado pelo Cruzeiro com o Benfica, substituiu Elano, que foi poupado pelo técnico Dunga. O atleta disse que o nervosismo da estreia passou rápido.

- Antes do jogo a gente fica um pouco nervoso, frio na barriga, mas depois que a bola rola fica tudo normal. Essa camisa tem que ser guardada, foi muito importante - contou.