Joel diz que seleção vai tentar jogar de igual para igual com Espanha

Agência AFP

BLOEMFONTEIN, ÁFRICA DO SUL - O treinador da seleção da África do Sul, o brasileiro Joel Santana, disse nesta quinta-feira, um dia depois da vitória de sua equipe contra a Nova Zelândia (2-0), que "respeita a Espanha", mas avisou que tentará enfrentá-la "de igual para igual".

- Vamos tentar jogar de igual para igual com a Espanha. Precisamos manter os pés no chão e jogar com tranquilidade - ensinou o ex-treinador do Flamengo, cujo cargo teria sido seriamente ameaçado em caso de derrota contra os neozelandeses.

A África do Sul empatou sem gols com o Iraque na estreia. Assim, os "Bafana Bafana" somam um total de quatro pontos e têm grandes chances de avançar às semifinais.

- Estamos numa boa situação, mas de um ponto de vista matemático ainda não garantimos vaga nas semifinais - alertou Joel Santana.

A seleção espanhola, que venceu seus dois primeiros jogos, está virtualmente classificada para as semifinais e deve enfrentar a África do Sul com um time misto. Apesar disso, Joel sabe que não será um jogo fácil.

- O próximo jogo será muito complicado. Teremos que ser rigorosos na defesa, mas jogando com alegria. Temos dois dias para trabalhar. Meu papel também é passar tranquilidade aos jogadores - explicou o brasileiro.

Mesmo que a Espanha já esteja classificada, ela quer garantir o primeiro lugar do Grupo A e ficar com o recorde do maior número de vitórias consecutivas para uma seleção nacional, que divide atualmente com Brasil, França e Austrália. A Fúria acumula 14 vitórias seguidas.