"Cornetas insuportáveis" serão mantidas na Copa das Confederações

Celso Paiva, Portal Terra

JOHANESBURGO, ÁFRICA DO SUL - A Fifa e Comitê Organizador da Copa das Confederações confirmaram nesta quinta-feira, em Johannesburgo, que o uso das cornetas continuará permitido pelo menos até o fim do torneio. Existe pressão por parte de empresas de rádio e televisão que transmitem os jogos para que o instrumento preferido dos torcedores seja vetado nos estádios.

- Nós sabemos das reclamações e discutiremos o assunto com as autoridades locais após o fim da Copa das Confederações. Até lá, não podemos trazer nenhuma novidade a respeito do assunto - disse o porta-voz da Fifa, Nicolas Maingot.

Em dia de jogo, as cornetas começam a soar horas antes dos jogos e só param depois que o público dispersa. Durante a partida, inclusive, o barulho chega a ser insuportável e abafa o sistema de som dos estádios.

Mas o próprio presidente da Fifa, Joseph Blatter, já defendeu anteriormente as "vuvuzelas", como são chamadas pelos sul-africanos.

- Faz parte da cultura africana, então eles têm direito de se expressar da maneira como quiserem - disse o cartola.

Na cerimônia de abertura, por exemplo, Blatter não conseguiu fazer seu discurso. A cada palavra do presidente da Fifa, os torcedores tocavam suas cornetas de maneira ensurdecedora. Os organizadores pediam em vão que os fãs só soprassem o instrumento durante o jogo.

As cornetas podem ser compradas na porta do estádio por cerca de R$ 10.