Após polêmica com Brasil, Fifa retira televisor do 4º árbitro

Renato Pazikas, Portal Terra

PRETÓRIA, ÁFRICA DO SUL - A Fifa não admite a interferência da tecnologia na polêmica partida de estreia do Brasil na Copa das Confederações, mas retirou os televisores da mesa do quarto árbitro durante a disputa do torneio, que ocorre na África do Sul.

O Egito acusou o quarto árbitro de ter avisado o juiz principal para a marcação de um pênalti depois do replay, na última segunda-feira, após a derrota por 4 a 3. O placar foi definido apenas no último minuto de jogo com a cobrança convertida porKaká.

Nesta quinta-feira, em Pretória, antes de acompanhar o jogo Brasil x Estados Unidos, pela segunda rodada, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, avisou que quer evitar novas polêmicas com sua medida.

- A intervenção não foi feita com utilização de qualquer meio eletrônico nem com ajuda de vídeo. Para ter certeza de que não há mais dúvidas sobre isso, a partir de agora não vai haver mais televisão com o quarto árbitro, vamos eliminar essa televisão. Não devemos usar vídeos para as decisões do campo - disse.

- Na próxima temporada, na Europa, queremos fazer experiências para ver o que se passa na linha da baliza e da grande área. Depois de um ano de experimentar com esse sistema, vamos ver os resultados - completou o cartola.