Público nas finais do NBB se aproxima da média do futebol

JB Online

RIO - A primeira edição do Novo Basquete Brasil (NBB) confirmou o que a Liga Nacional de Basquete (LNB) acreditava ao idealizar a competição: com um torneio organizado e de qualidade o interesse do público cresceu. Na reta final da disputa pelo título, os três jogos entre Brasília e Flamengo registraram média de 12.139 torcedores nos ginásios Nilson Nelson, do Distrito Federal e HSBC Arena, no Rio de Janeiro. No Campeonato Brasileiro de Futebol, segundo estatística divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a média até agora tem sido de 14.982 torcedores.

- Encaramos isto como algo natural pois comprova o que sempre acreditamos: o basquete está enraizado no espírito brasileiro, o público conhece basquete e reconhece um bom espetáculo - diz o presidente da LNB, Kouros Monadjemi. - Desde o início tivemos a preocupação de contar com equipes equilibradas e não houve jogos fáceis na competição. Mesmo nas semifinais e final tem sido assim - destaca.

Os números de público do basquete chamam atenção não apenas pelos valores absolutos, mas por sua característica. A torcida que vai ao ginásio é espontânea, ou seja, não ganha ingressos para acompanhar os jogos.

- Não fizemos um esforço concentrado para levar este público ao ginásio, além de escolher boas datas, buscar espaços adequados e garantir uma boa competição - completa o dirigente.

Na temporada, a LNB e os clubes trabalharam para cativar os torcedores com jogos de qualidade e atrações extra-quadra como shows, sorteios e concursos. A resposta da torcida foi imediata na fase classificatória: os jogos tiveram média de 2 mil torcedores por partida. Nas quartas-de-final, este número subiu para 3 mil pessoas e, nas semifinais, para 3.500.

No quarto e, se necessário, quinto jogos da fase final, Kouros acredita que a progressão do público será mantida.

- As duas equipes da final foram as melhores do campeonato e a torcida sabe que assistirá a bons jogos - lembra.

Na abertura da série melhor-de-cinco, no ginásio Nilson Nelson, na capital federal, 12 mil pessoas assistiram à vitória do Flamengo sobre o Brasília. No final de semana seguinte, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, o primeiro jogo teve 11 mil torcedores na arquibancada, número que subiu para 13.417 pessoas no domingo.

- Esta torcida é maravilhosa - destaca o ala-armador Marcelinho, lembrando a importância do público para a emoção dos jogos. - Ela empurra o time nos momentos de necessidade - completa o cestinha da competição que passa vários minutos, após os jogos, dando autógrafos e fazendo fotos com torcedores.

E quem quiser acompanhar o quarto jogo da final pode comprar os ingressos a partir desta quinta-feira. A partida entre Brasília e Flamengo será disputada no domingo, às 12h, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF). Os ingressos estarão à venda na bilheteria 2 do ginásio, de quinta-feira a sábado, das 10h às 17h, e no domingo, das 8h às 12h.

Preços:

Arquibancada: Inteira R$ 20,00 e meia R$ 10,00

Cadeira Inferior: Inteira R$ 40,00 e meia R$ 20,00

Cadeira Especial: Inteira R$ 80,00 e meia R$ 40,00

Playoff final

Jogo 1 - Brasília 74 x 81 Flamengo

Jogo 2 - Flamengo 71 x 81 Brasília

Jogo 3 - Flamengo 99 x 78 Brasília