Joel Santana respira com os gols de Parker

Jornal do Brasil

RUSTENBURGO, ÁFRICA DO SUL - Dois gols de Bernard Parker renovaram as esperanças da África do Sul de chegar à semifinal da Copa das Confederações, nesta quarta-feira, e as de Joel Santana de disputar uma Copa do Mundo. A seleção do país-sede da competição mais importante do futebol mundial venceu a Nova Zelândia por 2 a 0 e precisa de um empate, sábado, contra a Espanha para se classificar sem depender do resultado do jogo entre Nova Zelândia e Iraque.

Após um empate sem gols com o Iraque no domingo, uma crise tomou conta da seleção da África do Sul. A comissão técnica comandada por Joel Santana chegou a entrar em atrito com os representantes do Iraque, pouco antes da entrevista coletiva oficial da Fifa, logo depois do jogo.

Nesses 25 anos de futebol aprendi que tenho que aceitar com naturalidade as dificuldades da minha equipe e dar tranquilidade para que os jogadores possam melhorar. Nossa função é dar condições de trabalho, mas a qualidade é do jogador analisou Joel. Poderíamos realmente ter feito mais dois ou três gols, para consolidar nossa classificação.

Joel garantiu ter recebido com naturalidade as críticas após o empate com o Iraque.

Vamos esperar terminar a competição para fazer uma análise equilibrada. Mas nosso planejamento já está todo pronto para a Copa do Mundo e vamos trabalhar para fazer um campeonato brilhante em 2010 prometeu.

A vantagem da África do Sul é que a Espanha já está classificada para a semifinal e também depende apenas do empate para terminar em primeiro lugar do Grupo A.

Apesar de ter ficado longe do bom futebol apresentado nos últimos meses, a Espanha ganhou por 1 a 0 do Iraque nesta quarta-feira, igualou o recorde de 14 vitórias seguidas e ficou a um jogo da marca de 35 de invencibilidade que pertence ao Brasil.