Em dia decisivo, sul-africanos pressionam Joel Santana

Portal Terra

PRETÓRIA - O futuro de Joel Santana no comando da seleção sul-africana está em jogo nesta quarta-feira. Se empatar com a Nova Zelândia, às 15h30 (de Brasília), em Rustenburgo, os "Bafana Bafana" ficam à beira da eliminação na primeira fase da Copa das Confederações.

Nesse caso, a equipe, que já empatou sem gols com o Iraque na estreia, teria de vencer a Espanha na última rodada para avançar às semifinais. E mesmo com vitória sobre o país da Oceania, a equipe ainda não estará garantida na segunda fase.

Os principais jornais do país destacam a situação delicada de Joel. O Citizen estampa uma foto de meia página do ex-flamenguista e diz que a África do Sul precisa vencer de qualquer maneira para respirar na competição.

Os jornais de línguas africanas seguem a mesma linha: Joel na capa e preocupação com o futuro da seleção local. O brasileiro tem uma campanha irregular desde que assumiu a África do Sul. Foram 17 jogos, com oito vitórias, três empates, seis derrotas, 19 gols marcados e 16 sofridos. Os resultados deixaram os torcedores desconfiados. Eles acreditam que Joel será um "novo" Parreira, que também comandou a seleção recebendo um salário milionário e não obteve bons resultados.