Flamengo faz 2 a 0 nas semifinais do NBB e fica perto de vaga na final

JB Online

RIO - O Flamengo venceu o Joinville por 92 a 86, nesta sexta-feira, com o Tijuca Tênis Clube totalmente lotado e abriu 2 a 0 na série melhor-de-cinco das semifinais do Novo Basquete Brasil (NBB). Os times voltam a se enfrentar, no mesmo ginásio, neste sábado, às 21h30 (com SporTV). Marcelinho foi o cestinha na segunda vitória de sua equipe com 32 pontos. Manteiguinha marcou 22 pontos pelos visitantes.

Com este resultado, o Flamengo soma 22 vitórias consecutivas e bate o recorde em campeonatos nacionais. A última derrota da equipe foi para o Brasília (82 a 78), no dia 15 de março. Até agora, a sequência mais longa de vitórias pertencia justamente ao time brasiliense, com 20 resultados positivos consecutivos, na temporada de 2006/07.

- A gente alternou demais no jogo. Tivemos um início avassalador e um segundo quarto muito fraco. O importante é que o time soube manter a tranquilidade, voltou com uma defesa mais agressiva no segundo tempo e conseguiu essa vitória, muito importante. O time de Joinville não vai se entrega nunca, já mostrou isso nesse campeonato e ainda não ganhamos nada - disse Marcelinho, sobre a vantagem de 2 a 0 na série melhor-de-cinco e o terceiro jogo, neste sábado.

Para o técnico Alberto Bial, o Joinville começou mal no jogo, mas "mostrou que é uma das grandes equipes do país" ao se recuperar e voltar a ameaçar a condição rubro-negra.

- Agora, temos menos de 24 horas para nos recuperar e vamos fazer isso com a dedicação, o amor e a integridade de sempre.

O Flamengo, escalado por Paulo Chupeta com Hélio, Marcelinho, Duda, Jefferson e Baby, chegou a abrir 11 pontos de vantagem sem que o adversário marcasse. Uma dianteira que chegou aos 15 pontos (28 a 13) a 2 minutos do fim do primeiro quarto. O Joinville, que Alberto Bial armou com Manteguinha, Espiga, Jefferson, Tiagão e Shilton, após um início muito ruim, se recuperou e conseguiu diminuir a diferença para 8 pontos: 28 a 20.

No segundo período, a vantagem do Flamengo era de dez pontos passados os primeiros cinco minutos: 39 a 29. Mas o Joinville apertou a marcação e a vantagem caiu para seis pontos (39 a 33), faltando 3min55 para o fim do primeiro tempo. Joinville encostou em três pontos (39 a 36), em um (39 a 38) e virou o jogo. O técnico Chupeta pediu tempo.

- Vamos voltar para o jogo, mais equilíbrio - pediu ao atletas rubro-negros.

Mas o time visitante, numa reação incrível, venceu o quarto por 25 a 13 e foi para o intervalo quatro pontos à frente: 41 a 45.

- A equipe permaneceu concentrada, apesar de tomar 11 a 0. Manteve o foco, parou de fazer faltas, ajustou um pouco a defesa e encaixou o jogo no ataque - avaliou Jefferson Sobral, a caminho do vestiário.

O jogo seguiu no terceiro quarto com a vantagem mudando de lado no marcador. Passados cinco minutos, o Flamengo estava um ponto na frente: 58 a 47. A 1min27, o Joinville sofreu uma baixa importante. O ala Jefferson Sobral tomou falta técnica, completou cinco infrações e foi desqualificado. Com um bom trabalho defensivo, o Flamengo venceu o quarto por 28 a 14 e foi para o último período 10 pontos à frente: 69 a 59.

Na metade do último quarto, o Joinville diminuiu a vantagem que era de dez pontos para quatro em dois ataques sucessivos da linha dos três pontos, com Williams e André: 80 a 76. O time ainda empatou por 89 a 89 com outros dois arremessos de longa distância a pouco mais de dois minutos do fim. O equilíbrio seguiu. No minuto final, o Flamengo estava um ponto à frente (87 a 86) e o jogo em aberto. Na cobrança de lances livres, o rubro-negro abriu três pontos: 89 a 86. A partir daí Joinville não converteu mais nenhuma bola e o Flamengo venceu o jogo por 92 a 86 (o time visitante ainda ganhou a parcial por 27 a 23).